Castedo

Forum da aldeia do Castedo - Torre de Moncorvo
 
InícioInício  Portal*Portal*  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Rostos da nossa terra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ana
Administradora
Administradora
avatar

Número de Mensagens : 1158
Idade : 50
Localização : Lisboa
Pontos : 4576
Data de inscrição : 07/05/2007

MensagemAssunto: Rostos da nossa terra   Seg 26 Nov 2007, 16:18

António Brás
Autor : António Pedro




Depoimento

[/b]De seguro,
Posso apenas dizer que havia um muro
E que foi contra ele que arremeti
A vida inteira.
Não. Nunca o contornei,
Nunca tentei
Ultrapassá-lo de qualquer maneira.

A honra era lutar
Sem esperança de vencer
E lutei ferozmente noite e dia,
Apesar de saber
Que quanto mais lutava mais perdia
E mais funda sentia
A dor de me perder.

Miguel Torga (Diário XIII)

Comentários

"Um registo fabuloso de um rosto português. Muito bem captado esse OLHAR...."

"São terríveis esses muros...! Linda e comovente a tua escolha de palavras, lindo o retrato e todas as texturas envolventes...Um encanto esse sorriso e olhos doces, meio marotos! ...."



Comentários retirados de Olhares acerca desta foto


Última edição por em Ter 27 Nov 2007, 09:25, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.google.pt
Susana
Moderador Absoluto
Moderador Absoluto
avatar

Número de Mensagens : 439
Idade : 35
Localização : *****
Pontos : 4162
Data de inscrição : 03/04/2007

MensagemAssunto: Re: Rostos da nossa terra   Ter 27 Nov 2007, 01:07

Este rosto é bem conhecido na aldeia do Castedo,quem não conheçe,eu para ser sincera nao lhe conheçia o seu nome verdadeiro,simplesmente por Assunção

_________________
Susana Esteves
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.dre.pt
José dos Santos Gonçalves
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 3392
Idade : 81
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Pontos : 5929
Data de inscrição : 15/05/2007

MensagemAssunto: Re: Rostos da nossa terra   Ter 27 Nov 2007, 03:15

Belíssima fotografia de um primo inesquecível, o homem do VALCOVO, por onde era forçoso passar quando se ia para a Fraga (ou para Moncorvo antes de existir a estrada da Vide), não sem dar antes aquuela assobiadela paro o primo quase sempre recolhido na cabana, e a saudação que resumia um desejo perene: BOM DIA.
Posso estar enganado, mas ele não era conhecidop pela alcunha de Assunção, e sim pela de Sansão. Pelo menos era assim que eu entendia.
Parabéns ao fotógrafo Antonio Pedro, pois captou tudo, naquele olhar vivo e desafiador, e naquele meio-sorriso trocista da vida.
E parabéns à Susana, pela escolha do poema de Miguel Torga, que aplicou à foto uma filosofia de vida.
MUITO BEM!!!

ZG

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://globo.com
José dos Santos Gonçalves
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 3392
Idade : 81
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Pontos : 5929
Data de inscrição : 15/05/2007

MensagemAssunto: Re: Rostos da nossa terra   Ter 27 Nov 2007, 03:18

Prima Ana
Desculpe ter atribuído a inserção do poema à pessoa errada.
Méritos a quem os merece,
Minhas desculpas.
Abraço do ZG
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://globo.com
Ana
Administradora
Administradora
avatar

Número de Mensagens : 1158
Idade : 50
Localização : Lisboa
Pontos : 4576
Data de inscrição : 07/05/2007

MensagemAssunto: Re: Rostos da nossa terra   Ter 27 Nov 2007, 09:23

Sim na aldeia ele é conhecido pelo nome de António Sansão.

O poema assenta-lhe que nem uma luva.

O autor desta foto merece ser louvado, consegue transmitir nela todo o sentimento do António Sansão, sorrindo para a vida mesmo que esta lhe desse motivos para chorar.

Com o seu ar malandro e os dedos amarelos do cigarros, segurando a maior parte das vezes o cigarro num dos cantos da boca, faz o caminho da rua do Castelo até á Capela, como quem se passeia pelas avenidas da cidade, por vezes lamentando-se em tom de troça da vida que viveu ou não viveu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.google.pt
José dos Santos Gonçalves
Moderador
Moderador
avatar

Número de Mensagens : 3392
Idade : 81
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Pontos : 5929
Data de inscrição : 15/05/2007

MensagemAssunto: Re: Rostos da nossa terra   Ter 27 Nov 2007, 11:03

Eu já vinha querendo te dizer isso, prima Ana, tens alma de poeta (no caso, poetisa), como o nosso primo Fernando André.
Para ser poeta não é preciso versejar.
Há trechos em prosa repletos da mais pura poesia.

Bjs do ZG
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://globo.com
Macorreia
Castedense Activo
Castedense Activo
avatar

Número de Mensagens : 875
Idade : 83
Localização : www.sapo.pt
Pontos : 4436
Data de inscrição : 19/07/2007

MensagemAssunto: Re: Rostos da nossa terra   Qua 28 Nov 2007, 05:36

Vim dar uma olhadela muito à sucapa ao nosso Fórum, utilizando um computador emprestado. E tenho de confessar que fiquei agradavelmente surpreendiddo com a quantidade e qualidade das participações aqui postadas nos últimos dias.

Não vou alongar-me em grandes comentários, mas não podia deixar de aqui deixar o meu apreço por esta mudança de atitude dos nossos participantes.

O Fórum parece agora que começa mesmo a fazer sentido!...

E vamos acreditar que irá revelar-se cada vez mais interessante!...

Saudações amigas.

Macorreia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.sapo.pt
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Rostos da nossa terra   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rostos da nossa terra
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» á nossa saude....pessoal do MTP....
» [Sinopse] Nossa Vida
» Evento de Carros na Horiginal - 17/09/2011
» [Comentários] Saint Cloth Myth EX - Shura de Capricórnio Surplice
» [Comentários] Biochemistry Laboratory Rostos Sombreados para os Gold Ex

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Castedo :: Castedo - Torre de Moncorvo :: Fotografias-
Ir para: